sexta-feira, 15 de agosto de 2008

O Beijo

Um segundo só.
Dois lábios que se tocam
Num íman irresistível
De peles macias.

Fundo musical,
Tambor e voz de mel.
Teus cabelos de ouro fulvo
Dançam entre os meus dedos.

Mercado de vaidades
Em que nos movemos.
O meu abraço no teu,
A tua boca na minha.

Rodopiamos na multidão.
O tempo e o mundo parados
Porque te beijei.

Relâmpago de paixão.
Antigos afectos inesperados
Porque te beijei.

4 comentários:

Janis disse...

beijo...é magia!

clepsidra disse...

;) that´s absolutely true!

Pedro_Berenguer disse...

Há beijos que não se explicam ou se racionalizam. ;)

Ursinho de peluche disse...

Lindo! Ainda por cima estava a ouvir esta música... :) Escreves muito bem é uma delicia ler-te.

http://www.youtube.com/watch?v=rtOvBOTyX00